Batman V Superman é filme de gente grande

Atenção: esse texto contém spoilers!

Tudo bem, o filme é destinado para um público a partir dos 12 anos, mas não é porque saiu de um gibi que precisa ser infantil.

Assisti ao filme no sábado passado e gostei muito, mas ao chegar no trabalho na segunda me deparei com várias pessoas falando que o filme era horrível… Falando que ele tem muita conversa, que é muito longo e, pra piorar, insistem em fazer comparações com os filmes dos Vingadores.

Eu diria que a comparação com o filme dos Vingadores é aceitável se você não tiver se dado ao mínimo trabalho de pensar a respeito sobre a forma de abordagem do filme. No filme dos Vingadores os heróis salvam a terra de uma invasão alienígena, em  Batman V Superman acontece a mesma coisa, porém, enquanto que nos Vingadores o que importa são as explosões e as frases de efeito do homem de ferro, em Batman V Superman o que importa é entender como esse evento afeta a percepção dos envolvidos, ou seja, o filme tem uma abordagem mais realista. Por isso, ao assistir o filme (na verdade ao assistir qualquer coisa) tente ser crítico e entender o que está acontecendo e porque está acontecendo.

Se você parar pra pensar bem vai acabar torcendo pelo Lex Luthor. É sério. Tente se colocar no lugar dos humanos normais do filme. Lembre-se de que lá ninguém sabe quem é o Batman nem quais são suas verdadeiras intenções. Também não sabem quem é o Superman. O que é sabido é que houve uma guerra entre seres super fodas e que o mundo foi “salvo” pelo Superman, sem porém deixar milhares de feridos e mortos como consequência desse combate.

Imagine então que você está em um mundo onde ninguém pode te defender da ameaça que o superman pode gerar, não há poder suficiente pra isso. Como você ficaria? Se você respondeu qualquer outra coisa além de desesperado procure um médico.

Em um mundo assim fica fácil acreditar num cara como Lex Luthor pra nos proteger. Pelo menos ele é humano, não se esconde atrás de máscaras e deixa claro seu interesse em preservar a terra caso esses meta humanos resolvam se rebelar conta a humanidade.

No pano de fundo temos o plano maquiavélico de incriminação do superman, arquitetado pelo Lex, claro. Isso acaba afetando a percepção das pessoas sobre o superman, fazendo com que elas se questionem: será que é esse quem devemos depender sempre que estivemos em perigo? O próprio superman acaba se questionando: será que estou fazendo a coisa certa, da maneira certa? E, além de tudo isso, até mesmo a percepção do batman, o melhor detetive dos quadrinhos, é afetada por esses acontecimentos.

Bruce Wayne passa a nutrir um ódio pelo Superman e realmente acredita que ele deva parar de agir como o faz. Perceba como é interessante o conflito de interesses dos personagens, assim como acontece conosco no mundo real. Ambos, Batman e Superman, querem o bem da população, mas cada um faz isso de uma forma diferente e ambos descordam um do outro. Batman acredita que o jeito dele de promover a paz é melhor do que o Superman porque ele não mata inocentes. Já superman acha que Batman é um criminoso fora da lei e deve ser impedido de continuar promovendo suas ações crueis. Não é interessante como duas pessoas que querem o mesmo objetivo entrem em conflito de interesses?

No final das contas é a psiqué de Batman e Superman que está em jogo nesse filme. Batman continua sendo um garoto com problemas, tenho pra mim que Bruce Wayne é na verdade a segunda personalidade do Batman – e não o inverso, como todo mundo pensa. Enquanto Clark Kent se vê dividido, tentando entender porque os humanos os odeiam mesmo ele fazendo tudo por eles. Acho que isso é muito importante entender. Venho percebendo que as pessoas tem uma visão muito simplista dos personagens, como se eles fossem obrigados a fazer o que fazem porque são heróis, mas se esquecem que por trás desses heróis existem seres humanos (ou kriptonianos) que tem emoções, sentimentos e dúvidas. Que nem sempre tomam as melhores decisões ou fazem as coisas da melhor forma.

O filme tem uma pegada realista, e eu adorei isso! Só que nem tudo são flores. Batman acaba tentando matar Superman, que nunca quis lutar contra ele pra começo de conversa, mas vai obrigado ao ser chantageado por Lex Luthor. Durante a batalha o Batman mostra porque é foda e mete o pau bonito no Superman, só que essa batalha termina quando Batman descobre que Superman só está ali tentando salvar sua mãe, que, como a do Batman, também se chama Martha (mindblow!). Eles resolvem suas diferenças, deixam de tentar se matar e vão fazer o que fazem melhor: salvar o mundo. Essa é uma parte fraca do filme e muito, muito cliché. Acho que poderiam ter melhorado a trama nesse ponto… Mas a Mulher Maravilha aparece logo depois disso e a gente acaba esquecendo essa cagada na trama.

Então, não vá para o cinema esperando assistir um filme do Vingadores ou um filminho de porrada entre super-heróis. .A temática é séria, densa, profunda e se você não está afim de entender o contexto em que se insere o filme e os personagens, melhor ficar em casa. Não sou nenhum crítico de cinema, esse post é apenas minha opinião sobre um filme que gostei muito. Minha nota é um belo 9 de 10 pra esse filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s