Dá pra jogar Diablo 3 sem build pronta?

Diablo 3 é um dos melhores jogos de hack’n’slash do mercado, quanto a isso não há dúvidas.

Comprei Diablo 3 na pré-venda, antes do jogo lançar (mister obvious), passei por bastante coisa nele, mas abandonei antes da entrada da Season 01 because reasons. Recentemente resolvi voltar a jogar Diablo 3 e, devo dizer que está muito melhor do que antes. O jogo está mais dinâmico, tem uma fluidez melhor, você consegue ir mais longe sozinho, enfim, ajustes finos foram feitos que deixaram o jogo mais interessante. Mas… será que ele é divertido?

Bem, o jogo está indo para Season 6 (começa no final de abril) e devo dizer que me diverti muito na Season 5 (que termina no meio de abril). Tive finalmente coragem de upar um monge e me diverti horrores com meu ele, até que cheguei no Torment X (também chamado de Torment 10 ou T10).

Então a resposta para “Diablo 3 é divertido?”: sim e não. Explico.

Quando voltei a jogar Diablo 3 e upar o monk pensei da seguinte forma: “vou logar, escolher a classe que eu quiser, começar do nível 1 e fazer o que eu quiser do jeito que eu quiser, usando a combinação de gear e equipamento e talentos e runas que eu achar mais legal e efetiva para minha própria diversão”. O meu propósito era jogar single e ter um personagem com as habilidades que me desse mais prazer.

Eu adorava ver meu monge batendo suuuper rápido, sabe!? Disparando golpes na velocidade da luz. Na minha cabeça cada vez que eu utilizava aqueles golpes eu estava na verdade voltando a 1990 enquanto jogava aquele de super-nintendo, com aquele carinha que dá vários golpes rápidos com o punho enquanto grita com sua voz aguda “Tá rá rá rá rá, irááá”. Tá lembrado não? É o Fist of the North Star (Hokuto No Ken):

Além disso eu gosto de close combat, de estar perto, no melee, combate corpo a corpo, cara a cara com o inimigo, esbofeteando ele até a morte! Resolvi então que iria jogar com uma build mais ou menos assim pra tentar fazer Torment 8:

d3 build que nao funciona hue hue.PNG
Link pra build

Bem, devo dizer que a build não funcionou muito bem. Eu olhava pros meus itens, olhava pra minhas habilidades e não conseguia identificar um combo melhor do que eu já estava usando, afinal são muitas combinações possíveis se você levar em conta runas, passive skills, todo seu equipamento e possíveis combinações de equipamento, sem falar nas novas gemas adicionadas ao jogo (que vão nos anéis e amuleto) e os equipamentos que podem ser colocados no Cubo de Kanai!

No final das contas eu não consegui passar do T8, comecei a ficar chateado, frustrado, a diversão tinha se perdido porque a build que eu tinha construído com tanto carinho não  estava funcionando. Só pra você ter uma idéia, meu gear me dava algo como 40% attack speed, 40% de crítico e uns 400-450 de crit dmg. Eu achava que era coisa pra caramba. Olhava pra minha robustez e falava “caraca, nunca vi número tão alto”, mas mesmo assim eu não conseguia passar pro T9, muito menos T10. Minha sorte é que eu sempre guardo os itens realmente bons e eu tinha alguns que eram legais mas não se encaixavam no estilo de jogo que eu estava procurando.

Depois de algum tempo eu desisti de lutar contra a internet e suas builds prontas, afinal de contas eu queria subir o nível para T9 e T10. Foi quando encontrei essa build aqui, conhecida como One Punch Monk. Eu simplesmente tinha praticamente todos itens necessários, tanto para o gear quanto para o cubo. Então resolvi testar… Não era algo que eu queria fazer. Essa build ataca de longe, você não dá porrada rápidas, você fica de longe tacando sino em cima dos outros. Na moral, quem é que fica de longe jogando sino nas pessoas? É muito mais legal socar a cara delas, hehe. Mas sério, um gameplay completamente diferente e que eu demorei um pouco pra acostumar, até porque não curto muito isso de ficar segurando shift pra atacar. Mas era isso ou ficar forever alone no T8 farmando sei lá o que até sei lá quando. Resolvi que precisava dar uma chance pra essa build tosca de ataque a distância.

Eu fiz a build e… Ela funcionou como uma luva!!! Simplesmente atropelei o Torment 9 e fui fazer o T10 sem muita dificuldade, mas ainda demoro um pouco pra limpar o T10 (falta dmg). Com essa build eu também consegui, finalmente, solar GR 40 e sinto que posso ir além.

Então, meus amigos, se dá pra jogar Diablo 3 sem build pronta? Dá sim, mas depende até onde você quer chegar. Pelo menos essa é a minha opinião. Qual é a de vocês?

Anúncios

11 comentários sobre “Dá pra jogar Diablo 3 sem build pronta?

  1. Brother, antes de qualquer coisa, parabéns pelo texto! Acredito que falta este tipo de conteúdo no Brasil, tanto os que que abordam assuntos básicos do Diablo como o seu outro texto que fala da Build do Demom Hunter.

    Sobre o artigo em si, eu vejo o Diablo III como um jogo de alguns tipos de gameplays diferentes, mas dois principais, que é o básico e o avançado.

    Todos nós começamos no básico, fazendo justamente o que você relata. Vamos sentindo o jogo, equipando com os melhores equipamentos que dropam até que em dado momento, precisamos montar uma build. Acho que de modo geral as pessoas a princípio tentam montar a própria build de acordo com o gameplay que gostam, até que começam a se aprofundar mais no universo do jogo e passam a assistir vídeos com caras tirando alguns kk’s, e naturalmente querem seguir o mesmo nível de jogo.

    A questão das temporadas é um plus na questão de formas de jogo. Você pode optar por fazer fendas, por conquistar as proezas, por atingir o nível máximo de Paragon, etc, etc.

    Acho que vale uma série sua abordando com mais profundidade essas formas de gameplay!

    Um abraço!

    Curtir

    1. Valeu Yuri! Obrigado pelas palavras e peço que compartilhe o texto com seus amigos, porque hoje minha maior dificuldade é conseguir atingir as pessoas. Escrever os textos é fácil, díficil é o marketing.

      Sobre Diablo, concordo contigo. Realmente ficamos impressionados com as builds mais tops e queremos chegar lá. Foi exatamente isso que me levou a escrever o guia para Demon Hunter.

      Eu queria poder escrever o mesmo guia para todas as classes, mas não vou conseguir pela simples falta de tempo. Esse guia de DH levou 15 horas pra ficar pronto, li e consultei muita coisa de todo lugar pra poder consolidar da melhor forma possível e, vou dizer, ficou faltando coisa.

      Sobre o gameplay, vou abordar tb, mas será em formato de video no meu canal do youtube. Antes preciso de mais experiencia jogando diablo. Provavelmente farei umas transmissões ao vivo tb. Quero ver se pego o jeito pra fazer isso. Preciso tb conseguir monetizar o bagulho todo. Criar isso aqui não sai nada barato para o meu bolso.

      Curtir

      1. Opa cara, te entendo! Além de ter um blog trabalho com marketing digital, então sei o caminho que tá seguindo.

        Sobre os artigos eu sugiro você buscar uma vertente sua. Entendo a necessidade de várias referências pra escrever, mas aí vai acabar oferecendo uma tradução do que temos aos montes lá fora ao invés de um conteúdo alternativo aqui dentro. Entende o que quero dizer?

        Vou aguardar seus vídeos!

        Curtir

        1. Eu já tenho uma vertente minha. Isso é algo de que me orgulho muito. Obviamente que usei o trabalho de grandes jogadores como referencia, mas nenhum guia foi copy paste. Todos foram escritos originalmente por mim, organizando ideias e compondo o texto do meu jeito.

          Tudo que está escrito nesse blog é 100% escrito por mim. Não tem copy paste.

          Curtir

          1. Sim sim, não foi o que quis dizer! Hehe, sorry! Vou me dar como exemplo: meus textos no geral são reflexões, mas que exigem pelo menos uma sessão de pesquisa sobre diversas fontes. Então, mesmo que já tenha uma idéia pronta sobre o que quero escrever, eu preciso tomar um certo cuidado pra não ser influenciado por idéias e tratativas de escrita de outras fontes.

            O seus textos tem um perfil bem claro mesmo, inclusive o da build. O difícil mesmo é manter isso!

            Enfim, foi só um comentário falando um pouco do que passo sempre que escrevo! xD

            Curtir

            1. Sem dúvidas, cara. Eu faço questão de ter opinião própria, mas a influência existe sim, é inegável. Eu mesmo escrevo meus textos baseados muito no estilo de escrita de um tal Carlos Cardoso do Meiobit. :)

              Curtir

  2. Parabéns pelo texto bro.
    To voltando jogar agora Diablo III e sou noob mesmo cara.
    Adorei seu texto, e me deu mais vontade ainda de jogar.
    Talvez minha dúvida seja básica demais, mas vamo lá.

    Inicie o game e quero começar um char novo do 0.
    Gostaria de participar da Season.

    Como eu faço? Crio meu char no modo campanha, e upo até 70?
    E depois vou pro modo aventura?
    Qual a recomendação aqui?

    Em relação aos Builds, eu tenho um char nivel 57, e não consigo mudar as posições das paradas dentro do Build, porque?

    Enfim, li seus 3 posts e vou continuar acompanhando e aprendendo sobre Diablo… é o único jogo no momento que ta me dando vontade de investir! :)

    Curtir

    1. Fala man. Seguinte, a season 6 abre hoje as 21h. Então vc vai precisar criar um char novo pra season

      Pra upar até o 70 tem várias formas. Eu acho que o mais eficiente é via Modo Aventura, mas pra explicar em detalhes requer um guia. Vou fazer ele mais tarde.

      Pra colocar as posiçÕes de skill diferente na barra de habilidade vá no menu > opcoes > gameplay > ATIVAR modo eletivo.

      vlws

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s